Cópia de 800 - 2020-11-04T143114.132

Maurício Cirne e Luana Oliveira vencem prova do Downhill no MTB Festival

Disputa abriu o dia de provas no Instituto Mairiporã, na região metropolitana de São Paulo. Provas do Cross Country Olímpico (XCO) encerram o Brasileiro de MTB na tarde deste domingo (1)

O Downhill foi a principal atração na manhã deste domingo (1) no MTB Festival, realizado pelo segundo ano consecutivo, no Instituto Mairiporã-SP. Entre os homens, Maurício Cirne, o Minduin,foi o campeão ao bater o campeão brasileiro Gabriel Giovannini por poucos décimos de segundos. Já no feminino, o título ficou com a pentacampeã brasileira Luana Oliveira.

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é Copia-de-800-2020-11-04T143114.132.jpg

A disputa feminina foi a primeira a ser realizada no Downhill do MTB Festival. Luana Oliveira não deu chances para suas adversárias, ao cravar o tempo 3min15seg24. Ela superou Bruna Ulrich e Barbara Jechow, que fizeram suas descidas em 03min23seg85 e 03min38seg96, respectivamente, completando o pódio da categoria.

“A final foi muito legal porque fluiu tudo. Foi uma descida redonda. Eu acertei as linhas. Tinha muita terra solta então tinha que ficar esperta para frear e escolher o melhor caminho. Fiquei realmente feliz com minha descida e acertei o que eu precisava para vencer. Me diverti descendo”

contou Luana, de Itu-SP.
Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é Copia-de-800-2020-11-04T143154.452.jpg

Entre os homens, o vencedor foi o gaúcho Minduin, de Itapuã, com o tempo de 2min35seg33. Ele desbancou favoritos como Gabriel Giovannini (2min35seg79) e Bernardo Cruz (2min37seg26).

“Foram décimos de segundos, o que é muito pouco tempo, mas no nosso esporte é bastante. Só tenho a agradecer. Deu certo, fiz uma descida ótima. Estou muito feliz mesmo”

disse o campeão do ranking brasileiro na elite em 2019.
Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é Copia-de-800-2020-11-04T143047.735-1.jpg

“Em termos de visibilidade, foi um dos eventos que mais vai acrescentar no meu currículo esportivo, por toda a grandeza do MTB Festival e por estar correndo só com os feras. Eu fiz uma descida boa. Sempre acontecem erros e nessas horas temos que retomar pedalando ainda mais forte. Nos trechos inclinados consegui ir muito bem. Contando com o barro que tinha hoje eu me senti em casa, por isso estou muito feliz pelo título”

finalizou o piloto gaúcho.
Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é Copia-de-800-2020-11-04T143133.093.jpg

Top 3 do Downhill

Masculino
1 – Maurício Cirne – 02min35seg33
2 – Gabriel Giovannini – 2min35seg79
3 – Bernardo Cruz – 02min37seg26

Feminino
1 – Luana Oliveira – 03min15seg24
2 – Bruna Ulrich – 03min23seg85
3 – Barbara Jechow – 03min38seg96


Programação do domingo
Logo após o término do Downhill, teve início a segunda parte das provas do Campeonato Brasileiro de XCO, com a realização das categorias amadoras, para completar o final de semana de mountain bike. Foram disputadas as categorias masculinas master A1 (com atletas de 30 e 34 anos) e A2 (35 a 39 anos), master B1 (40 a 44 anos) e B2 (45 a 49 anos), master C1 (50 a 54 anos) e C2 (55 a 59 anos), master D1 (60 a 64 anos) e D2 (acima de 65 anos), sub-30; e as femininas A (30 a 39 anos), B (40 a 49 anos) e C (acima de 50 anos

O MTB Festival tem patrocínio de Jeep e Caloi.

Leave A Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *